Primeiras doses da Coronavac chegam a São Paulo

Novidades nas vacinas contra a Covid-19: primeiras doses da Coronavac chegam a São Paulo, e a russa Sputnik V terá testes da fase três no Brasil em janeiro

Representantes do ministério da saúde se encontraram com funcionários do Instituto russo Gamaleya para discutir detalhes da Sputnik V. A vacina foi a primeira a ser registrada no mundo e, segundo autoridades russas, gera imunização em 92% dos pacientes. Representantes do instituto disseram ao governo que o valor unitário do imunizante custará cinco dólares. O laboratório União Química, que produz a vacina, anunciou hoje que pretende iniciar os ensaios clínicos da fase três no Brasil em janeiro. A Anvisa ainda não recebeu o pedido de abertura da pesquisa. Também nesta quinta, o Instituto Gamaleya submeteu à Organização Mundial de Saúde o pedido de certificação da vacina.

#JornaldaCultura

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!