Prefeito de BH, Kalil diz que vai descumprir decisão de ministro do STF e cidadãos reagem

Prefeito de BH, Kalil diz que vai descumprir decisão de ministro do STF e cidadãos reagem

Após o ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, liberar a celebração de cultos e missas presenciais, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, afirmou que não pretende respeitar a decisão do ministro. Pelas redes sociais, Kalil disse: “Em Belo Horizonte, acompanhamos o Plenário do Supremo Tribunal Federal. O que vale é o decreto do Prefeito. Estão proibidos os cultos e missas presenciais”.

O deputado Marco Feliciano reagiu, dizendo: “Supremo colhendo o que plantou. Afinal, se disseram que decisão de prefeito valia mais do que a do Presidente da República, agora prefeito também acha que manda mais do que ministro do STF. Semearam a insegurança jurídica e colheram a anarquia!.

O pastor acrescentou: “Alguém avise ao Prefeito de BH Alexandre Kalil que descumprir decisão judicial é crime previsto no art.330 do Código Penal. Decisão judicial não se discute, se cumpre! A decisão é pública e já está valendo em todo o território nacional! “Cumpra-se, com urgência”, escreveu o ministro”.

O deputado estadual Bruno Engler respondeu ao prefeito: “Você não tem autoridade para violar a liberdade de culto religioso, garantida na Constituição, ainda mais agora com uma liminar de um Ministro do STF garantindo-a”.

O escritor Roberto Motta disse: “Os cristãos de Belo Horizonte têm a chance de ensinar ao prefeito uma lição histórica”.

O perfil “Tony Stark Patriota” comentou: “Kalil como todo esquerdista acaba de dizer que não obedece o STF. Mas o presidente Bolsonaro tem de continuar obedecendo. Entenderam?”

O deputado federal Filipe Barros disse: “Parabéns ao Ministro Nunes Marques pela correta decisão em respeito ao direito constitucional de culto e liberdade religiosa. Em momentos difíceis, precisamos e temos que ter garantido o direito de cultuarmos nossa fé. Isto sim que é estado laico.
Alexandre Kalil diz que não vai cumprir decisão do STF. Tá aí o resultado da quebra da federação – e criação de estados confederados – feita pelo STF. Tiro no pé da própria Corte. Se estados e municípios têm mais poderes que a União, por que cumprirão decisão do STF?”

(…)

Inscreva-se em nosso canal para acompanhar todas as transmissões de Jair Bolsonaro, assim como os melhores vídeos sobre temas políticos: http://bit.ly/FolhaPoliticaYoutube
Acesse nosso site para mais informações: http://www.folhapolitica.org

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!