UOL

Luana Araújo diz que hipótese de relação entre ataques e veto a nomeação a deixa “envergonhada”

A médica infectologista Luana Araújo disse hoje em depoimento à CPI da Covid que, apesar de não saber confirmar se há relação entre os ataques virtuais que ela recebeu após sua indicação para a comandar a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento da Covid-19 e o posterior veto à sua nomeação, essa hipótese não a deixa nem sequer “frustrada”, mas “extremamente envergonhada”. “Se o veto ao meu nome foi por conta da minha posição científica técnica, necessária, a mim só me resta lamentar. Eu não sei se foi, mas se foi, eu considero isso trágico, na verdade”, disse ela. Araújo foi indicada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para chefiar a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento da Covid-19. A nomeação, no entanto, não foi efetivada pelo governo.
#CPIdaCovid
————————-
Bem-vindo ao canal do UOL no YouTube. Aqui você encontra notícias direto da redação, tudo sobre política, matérias especiais e o melhor do mundo do entretenimento.

** INSCREVA-SE NO CANAL: http://bit.ly/2xolCQ2

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!