Jornal da Cultura | 20/11/2020

No Dia da Consciência Negra, Brasil é paralisado com imagens de uma violência brutal: homem negro é espancado até a morte por seguranças de um supermercado em Porto Alegre; laudo inicial da
perícia indica que João Alberto foi morto por asfixia; e após assassinato, vice-presidente da República diz que não existe racismo no Brasil.

Para comentar essas e outras notícias, Karyn Bravo recebe o médico Paulo Saldiva, professor da Faculdade de Medicina da USP e o reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, José Vicente.

#JornaldaCultura

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!