Governo pensa em adiar para depois das eleições apresentação de verbas para criar programa social

Pela manhã, circulava em Brasília a informação de que o governo poderia prorrogar o auxílio emergencial até meados de 2021. Isso, se não fosse fechado acordo sobre a origem dos recursos do Renda Cidadã. Mas a resposta veio quase imediatamente do ministro da economia.
Em um café da manhã com jornalistas, Paulo Guedes disse que o estado de calamidade pública vai até o fim de dezembro.

#JornaldaCultura

Luccas Luccas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: