Fiocruz pesquisa impacto da pandemia na saúde reprodutiva de mulheres

A Fundação Oswaldo Cruz e a Universidade da Bahia lançaram uma pesquisa para traçar um panorama dos efeitos da pandemia da covid na saúde reprodutiva das mulheres no Brasil.

A proposta desse estudo é entender como a saúde das mulheres foi afetada pela pandemia, como a restrição de acesso a serviços de saúde teve impacto inclusive em questões reprodutivas. No Brasil, a gente acompanha o aumento da mortalidade materna por causa da covid. Isso é um ponto que o estudo deve tratar, além do acesso a contraceptivos e o aumento de casos de gravidez indesejada.

O levantamento também quer entender as dificuldades de acompanhar e tratar doenças de mama e ginecológicas.

O estudo pode ajudar a elaborar politicas publicas e ações para garantir os direitos reprodutivos e de saúde das mulheres.

Nessa fase, as mulheres que quiserem participar podem responder ao questionário online. É aberto a todas as mulheres com 18 anos ou mais, de todo Brasil. A participação é anônima e as respostas serão mantidas em segredo. O link pode ser acessado no site do Instituto Fernandes Figueira: iff.fiocruz.br.

Conheça a programação da sua TV Brasil: http://tvbrasil.ebc.com.br/

Siga a TV Brasil nas redes sociais:
Facebook – https://www.facebook.com/tvbrasil
Twitter – https://twitter.com/TVBrasil
Instagram – https://www.instagram.com/tvbrasil

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!