Deputados, jornalistas, ministro e Bolsonaro se indignam com atitude de João Doria e protestam

Deputados, jornalistas, ministro e Bolsonaro se indignam com atitude de João Doria e protestam

A atitude do governador de São Paulo, João Doria, que impôs medidas restritivas para os paulistas nos períodos de Natal e Ano Novo e em seguida viajou para Miami, causou comoção entre os cidadãos e agitou as redes sociais. Os cidadãos questionaram a hipocrisia na conduta do governador e até mesmo se ele havia, de fato, retornado ao Brasil.
A deputada Carla Zambelli relatou: “A colunista Patricia Lages foi atrás de informações da “palestra agendada” do Doria em Miami – o governador disse que a cancelou e voltou a São Paulo. Adivinhem: não encontrou dado algum, nem sobre a suposta palestra, nem sobre o cancelamento! Ué? O povo paulista não merece o que o tirano DitaDoria está fazendo com nosso estado. O que os nossos cidadãos mais necessitados colocarão na mesa neste Ano Novo? A depender do governador, nada”.
A deputada também comemorou uma liminar contra as medidas impostas pelo governador. Zambelli disse: “URGENTE: Justiça dá liminar para que hotéis, bares, restaurantes e similares na região de São José dos Campos (16 cidades) possam funcionar! O fechamento não era para preparar o sistema de saúde? Doria teve 9 MESES para prepará-lo, e o comércio não pode pagar pela incompetência!
O vereador Carlos Bolsonaro disse: “O que tem de ‘aglomeração do bem’, visualizadas na internet e certa emissora de tv simplesmente ignora, não está no gibi! Será que os gargantas profundas estão com fome do erário e por isso insistem tanto em calar as pessoas na internet? Assim só sobraria “a informação do bem”!”
Karol Becker, presidente do movimento República de Curitiba no Paraná, disse: “Felipe Neto pode ir jogar bola; João Dória pode ir para Miami; Anitta pode ir rebolar na Europa mas o trabalhador tem que “ficar em casa”. Hipocrisia que fala? Até quando?”.
O economista Alan Ghani apontou: “E os prefeitos e comerciantes de várias cidades vão impondo a sua Revolta de Atlas, com apoio da população, contra a tirania do governador palestrante. Você, Trancado; filhos do Dória, em Trancoso. Dória se comprometeu em não largar a prefeitura para sair a governador. Não cumpriu. Pegou mal. Só não perdeu porque grudou a sua imagem a Bolsonaro. Agora, o lance de Miami com foto sem máscara em lugar fechado, enquanto o povão trancado em SP. Tema da palestra: enterre sua carreira política”.
O deputado estadual Gil Diniz perguntou: “Cadê o João Doria? Quem está governando São Paulo? Quais palestras ele iria fazer em Miami? Calça apertada terá que aparecer e responder! Acabamos de protocolar no TJ-SP uma Ação Popular para derrubar mais uma maldade de Doria e Covas com os mais pobres em São Paulo! Tiraram até a gratuidade de idosos de 60-65 anos nos transportes. Doria não poderia ter feito isso via decreto! Mas, o que esperar do calça apertada? Enquanto muitos deputados estaduais estão preocupados na Câmara Federal e em criticar cada passo do PR Bolsonaro: Doria tira isenção de PCD, gratuidade de idoso, sobretaxa aposentadoria de idoso e aumenta impostos para o povo paulista. Tudo com a chancela da maioria na Alesp!”.
O jornalista Rodrigo Constantino, por sua vez, alfinetou: “Pega um avião e encara 8h com calça apertada. Vai pro shopping esperar a mulher gastar. Descobre que deu ruim e decide voltar e ‘pedir desculpas’ no dia seguinte. A vachi* não apresenta bons resultados. Prefeitos resolvem ignorar suas restrições novas. Não fica com peninha? Não!”.
Fábio Faria, ministro das Comunicações do Governo Bolsonaro, abordou os casos de Doria e de Felipe Neto: “Estou preocupado porque nem vi a máscara do goleiro no jogo e nem achei as palestras do calça apertada entre o Natal e o Réveillon. Acho que não basta só a hipocrisia, tem que mentir também!”.
O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, ironizou: “E a lista dos hipócritas do “fique em casa” só aumenta… Presentes de Jonny Agripino, vulgo DitaDória, para o fim de ano dos paulistas: Fim da gratuidade de ônibus para idosos de 60 a 65 anos; Aumento de ICMS de vários produtos, até básicos como ovos; Decreta lockdown no Natal, mas viaja para Miami”.
Nelson Paffi alertou: “A imprensa marrom não noticia o desaparecimento do Doria. Essa imprensa tem medo que o Doria corte as verbas publicitárias”.
O consultor internacional Julio Schneider questionou: “47 países já estão vacinando seus cidadãos com imunizantes da Pfizer, Moderna e o Sputnik. Porque será que nenhum país adotou a Coronavac do João Dória e seus sócios chineses?”.
O advogado Emerson Grigollette brincou: “A maioria não gosta da esquerda e alguns não gostam da direita, mas foi engraçado ver que ninguém gosta do Dória nem do Felipe Neto, com exceção do Joel é claro”.
(…)

Inscreva-se em nosso canal para acompanhar as transmissões de Jair Bolsonaro, assim como os melhores vídeos sobre temas políticos: http://bit.ly/FolhaPoliticaYoutube
Acesse nosso site para mais informações: http://www.folhapolitica.org

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!