Coronel Sandro expõe estratégia de Bolsonaro contra Adélio Bispo e diz que ele não agiu sozinho

Coronel Sandro expõe estratégia de Bolsonaro contra Adélio Bispo e diz que ele não agiu sozinho

Em transmissão ao vivo, o deputado estadual Coronel Sandro fez uma retrospectiva das investigações envolvendo Adélio Bispo e expôs a estratégia da equipe jurídica do presidente Jair Bolsonaro para que Adélio não seja solto em poucos anos. No ensejo, o coronel afirmou crer que, diante da análise das evidências, ele não agiu sozinho.

O parlamentar atestou: “Bolsonaro não recorreu da decisão que o considerou louco, tem lógica. Se fosse condenado como uma pessoa capaz de entender o ato que praticou, seria condenado a 5, 6, 10 anos, 15, 20 anos. Com bom comportamento, ⅔ da pena, em menos de 10 anos ele estaria na rua, fora, com a progressão de regime”.

Ele acrescentou: “Como ele não sofreu uma pena, sofreu uma medida de segurança, não tem tempo determinado. Então, a possibilidade de Adélio Bispo ficar em um manicômio judiciário é de um a infinitos dias. Queremos que ele fique a vida toda no manicômio. Não adianta vir a esquerda defensora de criminosos vir argumentar que ele já cumpriu a sua pena”.

Ademais, ele avaliou: “Não há a possibilidade de uma pessoa desse nível organizar e executar este ato como esse Adélio fez. Todos sabemos que há gente por trás, desconfiamos de quem seja. O Brasil quer respostas”.

Inscreva-se em nosso canal para acompanhar todas as transmissões de Jair Bolsonaro, assim como os melhores vídeos sobre temas políticos: http://bit.ly/FolhaPoliticaYoutube
Acesse nosso site para mais informações: http://www.folhapolitica.org

Luccas Luccas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: