Bolsonaro reclama de protestos raciais em reunião do G-20 e visita o Amapá em meio a apagão

O presidente Jair Bolsonaro foi o primeiro a discursar na videoconferência do G-20 neste sábado, usando o espaço para minimizar o racismo no Brasil e reclamar dos protestos raciais que ocorrem no país. À tarde, o mandatário compareceu ao Amapá, estado que vive apagão de energia elétrica há quase 20 dias.

#JornaldaCultura

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!