Atual epicentro da pandemia, Índia bate recordes de infecções e óbitos

País também passa a marca de 200 mil mortos pela Covid-19.

A fila é de ambulâncias que esperam vaga para descarregar mais uma vítima no crematório. Depois dos hospitais, é a vez do sistema funerário entrar em colapso na Índia. Na capital Nova Délhi, os crematórios tentam abrir espaço para acomodar os mortos, que não param de chegar.
mas já começa a faltar lenha, e muitas famílias estão providenciando o próprio material.

#JornaldaCultura

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!