A infectologista Rosana Richtmann comenta a produção 100% nacional da vacina Oxford-Astrazeneca

No #JornaldaCultura a infectologista Rosana Richtmann comenta a produção 100% nacional da vacina Oxford-Astrazeneca e o adiamento de vacinação para escolher qual vacina tomar. “Só gostaria que que as primeiras doses chegassem mais rápido, mas é uma ótima notícia”.

#JornaldaCultura

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!